Rio-pretense traz para o Brasil vinhos e proseccos da premiada vinícola Vignarosa

A empresária e descendente de família italiana Luciana Secches está à frente da operação

A rio-pretense Luciana Secches, descendente italiana de uma família de viticultores, proprietários da Vignarosa na Itália,  e seu marido, o cirurgião plástico Renato Freitas, iniciaram o projeto de operacionalizar a Vignarosa no Brasil.

A premiada vinícola italiana chega ao Brasil, com mais de 200 anos de tradição. A iniciativa foi tomada com o intuito de honrar a dedicação de seus antepassados e com base no grande amor que Luciana tem aos prosecco. O lançamento nacional aconteceu no dia 7, no Palácio Tangará para mídia especializada e empresários do mercado do vinho.

Localizada nas colinas do Prosecco, na região do Vêneto, nordeste da Itália, região que em 2019 foi declarada Patrimônio Natural e Cultural da Humanidade pela Unesco e intitulada zona oficial de produção de prosecco no mundo, a Vignarosa se propõe a pertencer aos hábitos dos brasileiros, acompanhando qualquer momento e ocasião com seu sabor marcante, seja em um jantar, uma festa de casamento, no pódio em comemoração a uma vitória ou simplesmente para estar presente no dia a dia.

Os rótulos Vignarosa são exportados para a Inglaterra, China, França, Áustria, Suíça, Venezuela, Polônia, Irlanda, Sérvia, Austrália e Alemanha, e agora no Brasil. Neste primeiro momento, trazidos em containers refrigerados para o mercado brasileiro, o que garante a excelente qualidade das bebidas, chegam os rótulos: extra dry “40”; extra dry “Park”; dry “Park”; brut “Park”; brut “Amorino” e os tintos Cabernet Franc e Refosco. 

“O diferencial da Vignarosa está no frescor de seus espumantes, vinhos e proseccos. Para garantir o sabor ideal, do Vêneto, o container refrigerado foi uma exigência da nossa importadora”, explica Luciana.

Hoje a vinícola produz 280 mil garrafas por ano e tem capacidade para 500 mil com o avanço das importações.

O prosecco é a bebida italiana mais consumida no mundo. A procura no Brasil cresceu tanto pós pandemia, que não poderia chegar em momento mais oportuno.

A Vignarosa, considerada um patrimônio da humanidade em uma taça, pode ser encontrada no e-commerce da importadora, de nome também Vignarosa. Saiba mais em: https://linktr.ee/vignarosa

Por Da Redação em 13/06/2022 13:40