GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Política

Estudantes fazem ato contra o Desmonte da Educação Pública e Reforma da Previdência

Manifestação foi em frente à Câmara de Rio Preto, no início da noite desta terça-feira, dia 13

Estudantes do ensino médio, universitários e professores da rede pública protestaram na frente da Câmara Municipal, durante a sessão ordinária desta terça-feira (13). Eles participaram do Terceiro Dia Nacional Contra o Desmonte na Educação Pública e contra a Reforma da Previdência, em discussão no Senado Federal. A convocação foi feita pela UMES (União Municipal dos Estudantes), pela UBES (União Brasileira de Estudantes), pela Apeoesp (Associação de professores do estado der São Paulo), grêmios e diretórios acadêmicos.

Os organizadores estimam que entre 800 e mil pessoas participaram do ato. A Polícia Militar acompanhou o grupo, mas não fez a contagem dos participantes. Depois da manifestação, eles saíram em passeata pela Avenida Alberto Andaló. Uma das pistas foi interrompida ao tráfego. O vice-presidente do Sindicato dos servidores Públicos Municipais, Celso Barreiro, disse que “é fundamental estar ali, apoiando os jovens, porque Bolsonaro já mostrou ao que veio e foi para desmontar a Educação pública no Brasil. Não passarão”, concluiu.

O professor Amarildo, da Apeoesp, disse que “o mais importante é ver a juventude envolvida nas manifestações” e que isso “mostra o grau de conscientização”. Ele também falou sobre a Reforma da previdência que, para ele, vai prejudicar milhares de professores que deram a vida pela Educação Pública e que foram penalizados pela medida.Em todo o país o protesto aconteceu em 24 estados e no Distrito Federal. O ato em todo o país foi convocado pela UNE e pelos partidos de oposição ao governo, como PT e Psol.

Por Rubens Celso Cri em 13/08/2019 às 21:55
TerrasAlphaville