Redes Sociais

Artigos

CONSIDERAÇÕES SOBRE O ENEM

Desde que foi criado em 1998, o ENEM, Exame Nacional do Ensino Médio, tornou-se um importante instrumento avaliativo da etapa básica da escolarização.

Publicado há

em

A avaliação ganhou maior destaque em 2009 com o incremento do SISU (Sistema de Seleção Unificada), fazendo do ENEM a principal porta de entrada para universidades públicas em todo o país. Este sistema, juntamente com outras políticas afirmativas, contribuiu para a democratização do acesso à vida universitária.

Nesta avaliação, prioriza-se o trabalho baseado em competências e habilidades contextualizadas em situações-problema que sejam significativas para o estudante, valorizando a leitura e interpretação de mundo sob diferentes aspectos. Além de avaliar os estudantes ao final de seus estudos básicos e propiciar novas políticas educacionais de ingresso na educação superior, o exame tem contribuído para mudanças positivas na prática pedagógica dos docentes que atuam no ensino médio da educação básica, visando à formação integral do indivíduo e ao exercício pleno da cidadania. Cabe destacar que os aspectos avaliados na prova são mobilizados no ensino superior, ou seja, constituem uma espécie de ponte entre estes dois momentos da vida estudantil.

Certamente ainda há muitas questões a serem aperfeiçoadas. Análises críticas apontam a necessidade do exame diferenciar-se da estrutura dos vestibulares que são baseados em conteúdos tradicionais. Além disso, persiste a questão da padronização e homogeneização mediante uma diversidade de sociedades, culturas e práticas educacionais distintas em um território tão vasto como o brasileiro. Vale lembrar, contudo, que ao apresentar suas temáticas de forma interdisciplinar, o exame contrapõe-se à tradicional segmentação das disciplinas e conteúdos, destacando-se assim a importância da correlação existente entre as diversas áreas do conhecimento que constituem os currículos escolares. Não se pode negar também que o ENEM vem contribuindo para a divulgação e discussão de temas e problemáticas sociais pertinentes na atualidade, que visam à construção de uma sociedade igualitária e com respeito à diversidade, como atestam os temas gerais do exame e as propostas das redações nos últimos anos. 

Considerando-se, portanto, as contribuições trazidas pelo ENEM ao cenário da educação brasileira, pode-se dizer que este representa um avanço das políticas públicas educacionais do país, uma vez que democratiza o acesso dos estudantes das mais variadas camadas sociais às universidades públicas, oferecendo a esses jovens novas perspectivas que concerne às possibilidades profissionais e à continuidade dos estudos. 

 

Prof. Dra. Telma Antonia Marques Vieira, Secretária Municipal da Educação de São José do Rio Preto.

AS 10 MAIS LIDAS