Redes Sociais

Política

Boulos favorito em SP e Paes reeleito no 1º turno no RJ; veja o que dizem as pesquisas

Em Vitória (ES) e Belo Horizonte (MG), candidaturas do Republicanos se isolam na primeira posição

Publicado há

em

Brasil de Fato

Eduardo Paes concorre para vencer ainda no primeiro turno, no Rio de Janeiro. Em São Paulo, conjuntura deve levar Boulos ao segundo turno contra a extrema direita – Foto: Agência Brasil/Câmara dos Deputados

A pesquisa eleitoral sobre a prefeitura do Rio de Janeiro realizada pela Quaest e divulgada nesta semana indica que o atual prefeito, Eduardo Paes (PSD), pode levar a disputa ainda no primeiro turno. Na disputa, o principal oponente é o  pré-candidato Alexandre Ramagem (PL), ex-delegado da Polícia Federal e apoiado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

De acordo com a Quaest, Ramage tem 11% das intenções de voto para prefeito da capital fluminense. À frente aparece Paes, com 51%. Na pesquisa anterior, divulgada pela Futura Inteligência em 29 de maio, o cenário era similar e trazia o atual prefeito na liderança com 44% e o ex-delegado com 9%, empatado na margem de erro com o deputado federal Tarcísio Motta (Psol), que aparecia com 7,8% das intenções.

São Paulo

Em São Paulo, a disputa deve ir para o segundo turno e o cenário é mais complexo. O deputado federal Guilherme Boulos (Psol) segue na liderança em todos os levantamentos. A pesquisa da Atlasintel, de 28 de maio deste ano, mostra o candidato pessolista com 37,2%, seguido pelo atual prefeito, Ricardo Nunes (MDB), que soma 20,5%.

Vinte dias depois, em 18 de junho, a Atlasintel divulgou uma nova pesquisa sobre a corrida eleitoral paulistana. No levantamento mais recente, Boulos segue à frente, mas perdeu 1,5%, chegando a 35,7%. Nunes cresceu para 23,4%, se consolidando como principal alternativa da extrema direita apesar da ascensão de Pablo Marçal (PRTB), que aparece em terceiro, com 13%.

O atual prefeito de Vitória (ES), Lorenzo Pazolini (Republicanos), parece caminhar para a reeleição. É o que indica a mais recente pesquisa sobre a corrida eleitoral na cidade, feita pela Paraná Pesquisas e divulgada no dia 23 de maio. No levantamento, o atual mandatário aparece com 47,1% das intenções de voto, muito próximo da eleição ainda em primeiro turno.

Em segundo está o deputado estadual e ex-prefeito de Vitória, João Coser (PT), com 17% das intenções de voto. Ele teve um importante crescimento em relação à pesquisa anterior, feita pela Futura Inteligência, publicada em 9 de maio, que mostrava o petista com 10%. Neste levantamento, Pazolini somava 32%.

Em Belo Horizonte, os pré-candidatos de direita lideram o pleito, apesar da pressão da deputada federal Duda Salabert (PDT), pré-candidatura mais competitiva entre os progressistas.

A pesquisa da Quaest, divulgada na última segunda-feira (17), mostra o deputado estadual Mauro Tramonte (Republicanos) à frente, com 20%, seguido por três pré-candidatos que estão empatados na margem de erro: o deputado federal Bruno Engler (PL) e o ex-deputado federal João Leite (PSDB) estão com 11%, Salabert aparece em seguida, com 9%.

Divulgada na última quinta-feira (20), a pesquisa da Real Time Big Data isola Tramonte e Engler dos demais pré-candidatos. O primeiro aparece com 23% das intenções de voto e o segundo soma 14%. Salabert aparece em terceiro, com 9%.

AS MAIS LIDAS