GAZETA DIGITAL ISSUU - Gazeta de Rio PretoISSUU - Gazeta de Rio Preto

Saúde

Você já ouviu falar em aneurisma de aorta?

Artigo escrito pelo Prof. Dr. Sthefano Atique Gabriel

Ainda pouco conhecido por nossa população, o aneurisma de aorta representa uma importante doença do aparelho circulatório, caracterizado pela dilatação e enfraquecimento da parede arterial, com elevado risco de rotura.

Nos casos em que o aneurisma de aorta evolui para rotura, as chances de sobrevivência são muito baixas, muitas vezes não permitindo que o tratamento cirúrgico seja instituído. Assim como todas as doenças vasculares, o melhor tratamento ainda é o diagnóstico precoce e a prevenção da doença.

 

Quais são os principais fatores de risco para o aneurisma de aorta?

Os principais fatores de risco para o aneurisma de aorta incluem idade avançada, tabagismo, história familiar de aneurismas e a presença de sinais de comprometimento circulatório sistêmico, tais como, episódios anteriores de infarto do miocárdio, derrame cerebral e “má circulação”.

Os aneurismas de aorta são mais prevalentes na população masculina. Portanto, todo homem a partir dos 50 anos de idade deve ser avaliado quanto a presença de aneurisma de aorta.

 

Quais são os sintomas que sugerem a presença do aneurisma de aorta?

Na maior parte dos casos, os aneurismas de aorta são “silenciosos”, ou seja, não manifestam sintomas clínicos. Seu diagnóstico frequentemente é realizado após a avaliação de exames de imagem efetuados por outro motivo, como por exemplo, ultrassom de próstata, ultrassom de abdome total ou tomografia de abdome.

 

Como o aneurisma de aorta pode ser diagnosticado?

A presença de massa pulsátil e palpável sugere a presença do aneurisma. Entretanto, como o aneurisma de aorta frequentemente não manifesta sintomas, é fundamental que ele seja investigado! O ultrassom Doppler de Aorta Abdominal é o melhor exame para pesquisar a presença de aneurisma de aorta. Se o aneurisma for identificado, o paciente deverá ser submetido a Angiotomografia para avaliação do tamanho real do aneurisma. Quanto maior o aneurisma, maior o risco de rotura.

Quando o aneurisma de aorta deve ser tratado?

O cirurgião vascular é o profissional habilitado a realizar o diagnóstico e instituir o melhor tratamento para o aneurisma de aorta. A decisão quanto ao tratamento do aneurisma cabe ao cirurgião vascular. Por isso, faça sua avaliação e previna-se. Atualmente, as endopróteses representam uma opção minimamente invasiva para o tratamento cirúrgico dos aneurismas de aorta.

 

Prof. Dr. Sthefano Atique Gabriel. Doutor em Pesquisa em Cirurgia pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, especialista nas áreas de Cirurgia Vascular, Angiorradiologia e Cirurgia Endovascular e coordenador do curso de Medicina da União das Faculdades dos Grandes Lagos (Unilago). 

Por Da Redação em 07/11/2019 às 23:23
TerrasAlphaville