Redes Sociais

Cidades

Governo de SP assina protocolo para desenvolvimento sustentável de municípios

Ação global que reúne 17 objetivos de desenvolvimento sustentável e 169 metas para erradicar a pobreza

Publicado há

em

O governador Rodrigo Garcia participou nesta sexta-feira (8) da abertura da Virada dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), promovida pela Prefeitura de São Paulo e pela ONU (Organização das Nações Unidas) na Bienal do Parque Ibirapuera. Na ocasião, foi entregue o 2º Relatório de Acompanhamento dos ODS do estado e assinado, pela Secretaria de Governo, o protocolo de intenções para implementar nos municípios de São Paulo a Agenda 2030, ação global que reúne 17 objetivos de desenvolvimento sustentável e 169 metas para erradicar a pobreza.

“São Paulo é um estado que pratica o desenvolvimento sustentável. Não adianta só os governos estarem preparados para orientar o seu orçamento e as suas políticas públicas em relação a este tema. É fundamental que a sociedade tenha essa agenda permanente em suas ações e passe a exercer o controle social para mobilizar Governos”, disse Rodrigo Garcia. 

O documento conta com a adesão da Frente Nacional de Prefeitos, da Associação Paulista de Municípios e das três universidades paulistas – USP, Unesp e Unicamp. Já o relatório foi elaborado por 26 instituições governamentais integrantes da Comissão Estadual ODS. Por meio da capacitação dos gestores públicos, foram escolhidos 94 programas prioritários do Estado que dialogam com os ODS e as metas globais da ONU. 

“Com esse protocolo de intenções, São Paulo pode inspirar um movimento nacional visando desenvolvimento ambiental, social e econômico, contribuindo para uma sociedade mais justa e igualitária”, afirmou o secretário de Relações Internacionais, Julio Serson.

O Estado de São Paulo assumiu o compromisso de implantar os ODS durante o lançamento da Agenda 2030 na ONU, em 2015, quando se comprometeu a implementá-los em todo o território paulista. Desde 2016, o governo estadual alinha os Planos Plurianuais (PPA) aos ODS. 

Em 2018, a criação da Comissão Estadual dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, vinculada à Casa Civil, passou a contribuir na implementação de estratégias, programas e ações para o avanço das metas. São exemplos dessa frente, o restauro e a ampliação do Museu do Ipiranga, o Novo Rio Pinheiros (Sabesp, Emae e outros órgãos), o programa Respeito à Vida, do Detran.SP, o Meu Emprego – Trabalho Inclusivo, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e a campanha Imigrante, São Paulo Te Acolhe, da Secretaria de Justiça e Cidadania.

O 2º Relatório ODS estará disponível em breve no site da ONU e mostrará as metodologias de trabalho desenvolvidas durante a pandemia da COVID-19 nos anos de 2020 e 2021.

AS 10 MAIS LIDAS