Redes Sociais

Economia

Conjuntura mostra ‘retomada’ com mais de 7,9 mil empresas abertas em Rio Preto

37ª edição foi lançada pelo prefeito Edinho; houve crescimento das contratações e alvarás de construção

Publicado há

em

A 37ª edição da Conjuntura Econômica de São José do Rio Preto, divulgada pelo prefeito Edinho Araújo, confirma a recuperação da atividade econômica no município. É a primeira publicação a trazer dados do período pós-pandemia, com números relativos a 2021.

Segundo o levantamento, foram admitidos 71.257 trabalhadores com carteira assinada, aumento de 29,27% em relação a 2020.  

Foram abertas 7.978 empresas, um crescimento de 26% em relação ao ano anterior. O número de alvarás de construção, importante indicador da atividade econômica, chegou a 4.003, aumento de 21% sobre 2020. Também foi registrado crescimento de 16% na formalização de MEIs (Microempreendedores Individuais), com 9.328 registros em relação ao ano anterior.

A novidade desta edição são os números do Balcão de Empregos da Secretaria do Trabalho e Emprego, que mostra a abertura de 12.580 vagas, com 5.961 admissões, o que em média representa 500 contratações mensais durante 2021.

“A conjuntura é um documento fundamental para orientar tanto os investimentos privados quanto o trabalho do Poder Público. A edição deste ano mostra que aquele momento difícil que vivemos durante a pandemia foi superado pela retomada dos setores econômicos ainda em 2021. A expectativa agora é de resultados ainda melhores em 2022”, disse o prefeito durante a apresentação do documento. 

A Conjuntura Econômica é o resultado do trabalho conjunto dos técnicos da Secretaria de Planejamento Estratégico com as demais secretarias, autarquias e instituições da sociedade civil, em parceria com a Associação Comercial e Empresarial (Acirp).

Criada em 1986 pelo vice-prefeito e secretário de Planejamento Estratégico Orlando Bolçone, a Conjuntura Econômica reúne indicadores econômicos, financeiros e demográficos, geração de empregos, índices de desenvolvimento social, esporte, lazer, cultura, ciência e tecnologia, oferecendo à população um amplo panorama da atividade econômica da cidade, a única do país a dispor desta ferramenta que serve para a discussão e elaboração das políticas públicas.

“A edição deste ano tem uma importância singular, pois é o primeiro levantamento feito no pós-pandemia. E mostra, sem dúvida, o acerto das políticas públicas adotadas pela administração para incentivar a retomada da atividade econômica e a geração de emprego e renda, refirmando a força da economia rio-pretense”, afirma Bolçone.

AS 10 MAIS LIDAS